Goalsetter - Mkt Cartão Débito Cashola
Organizador GEDAF Nenhum comentário

Goalsetter inova educação financeira de crianças e jovens nos EUA. Desenvolveu aplicativo com controle dos pais, cartão de débito e testes.

Fundada em 2019 por Tanya Van Court, nos Estados Unidos, a Goalsetter tem por missão auxiliar os pais na educação financeira dos seus filhos. A empresa desenvolveu plataforma virtual com opções de transferência de dinheiro e testes sobre finanças.

Em 2001, Van Court perdeu USD 1 milhão (cerca de 5,3 milhões de reais), após o ataque das torres gêmeas em Nova York. Essa terrível experiência sensibilizou Tanya sobre a importância dos conceitos econômicos e princípios de saúde financeira para os mais jovens.

A Goalsetter é uma fintech, empresa de tecnologia em finanças. Recebeu aporte de grandes investidores corporativos, tais como PNC Bank, Mastercard, U.S. Bank e Elevate Capital.

Entre os investidores individuais há atletas renomados, incluindo Kevin Durant, do Brooklyn Nets, e Chris Paul, do Phoenix Suns. Também participam Baron Davis, ex-jogador da NBA (liga de basquete norte-americana), e C.C. Sabathia, arremessador aposentado do New York Yankees (time de beisebol da primeira divisão).

Astros do esporte e celebridades nos EUA costumam investir em fundos de capital para empresas inovadoras em tecnologia. Buscam obter maior lucratividade nesses projetos, superior aos investimentos tradicionais.

Exemplo disso, em 2016, Kevin Durant investiu no desenvolvimento do Acorns. Esse aplicativo permite aos usuários investir o dinheiro que sobra. Em janeiro de 2019, a empresa de Durant foi avaliada em USD 860 milhões (aproximadamente 4,6 bilhões de reais).

O empreendedorismo está bem enraizado no capitalismo norte-americano e é estimulado por diversos grupos de investidores privados.

Arrecadação recorde

Em 2019, a Goalsetter arrecadou USD 2,1 milhões (11,13 milhões de reais). Em 26 de janeiro de 2021, conseguiu captar a enorme quantia de USD 3,9 milhões (20,67 milhões de reais) em uma única rodada com seletos investidores, liderada por Baron Davis.

Até o momento, a Goalsetter captou o montante total de USD 6 milhões (31,8 milhões de reais). A empresa utilizará esses recursos para expandir a plataforma de aplicativos móveis e acelerar o crescimento de assinantes da empresa.

Aplicativo de finanças e inclusão social

O aplicativo Goalsetter permite aos pais transferirem mesadas e pagarem quantias pré-definidas para cada pergunta do questionário que a criança acertar no aplicativo. Está disponível para celulares da linha Apple e dispositivos com Android.

No aplicativo, a família e os amigos podem dar “cartões de metas” em vez de vales-presente. Esse recurso estimula as crianças a economizarem para as coisas que realmente desejam no futuro.

A empresa lançou também o cartão de débito Cashola, bandeira Mastercard, destinado às crianças e adolescentes. Os pais controlam a forma como ele é usado e podem bloqueá-lo até que seus filhos passem no teste de finanças da semana.

Van Court relatou que, em média, as famílias economizam USD 120 (cerca de 640 reais) por mês na plataforma. Em 2019 duas famílias conseguiram economizar mais de USD 10 mil (530 mil reais).

A Goalsetter também está lançando a campanha massiva para o Mês da História Negra. Celebrado em fevereiro, esse marco valoriza a contribuição dos negros para o desenvolvimento dos Estados Unidos.

A empresa espera estimular a geração de riqueza entre crianças negras por meio da educação financeira.


Fonte: TechCrunch, autor Jordan Crok, original “Goalsetter raises $3.9 million to teach financial literacy to kids”, publicado em 25.01.2021.

Crédito da imagem: Goalsetter.

Assine a Newsletter do GEDAF para receber notícias atualizadas – clique aqui.

Deixe um comentário