Endividamento Libre Diario
Organizador GEDAF 2 Comentários

Estudo inédito realizado pela ANBC (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito) revelou que a inadimplência por faixa etária e o valor médio da dívida por pessoa em cada grupo analisado da população brasileira.
A pesquisa é baseada nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

Perfil de endividamento dos brasileiros

Na Geração Z, de zero a 21 anos, cuja população total é 13,8 milhões, o endividamento alcança 32% do grupo. Em números absolutos, são 4,4 milhões de endividados. O valor médio da dívida por pessoa é R$ 1.676,00.

Na faixa etária de 22 a 37 anos, geração denominada Millennials, a qual concentra 51,5 milhões de pessoas, o endividamento é elevado. Nesse grupo, o percentual de endividados é 40%, ou seja, 20,6 milhões de pessoas. A dívida média pessoal é R$ 3.737,00, mais do que o dobro verificado para a geração Z.

No grupo etário de 38 a 53 anos, denominado Geração X, ocorre o maior percentual de inadimplência e valor médio por pessoa. Constituído por 44,6 milhões de brasileiros, esse grupo apresenta 42% de endividados, ou 18,6 milhões de pessoas. A dívida média pessoal desse grupo é R$ 5.351,00.

No grupo etário de 54 a 72 anos há redução do nível de inadimplência, que passa a ser igual a 34%. Essa faixa totaliza 31,9 milhões de pessoas, sendo 10,9 milhões inadimplentes. A dívida média pessoal é R$ 5.418,00.

No grupo de 72 a 89 anos, formado por 8,5 milhões de pessoas, há 2,9 milhões ou 34% de inadimplentes. O valor médio da dívida pessoal é menor do que a faixa anterior, atingindo R$ 3.824,00.

A geração mais idosa, com mais de 90 anos, é composta por cerca de 732 mil pessoas, sendo que 247 mil estão endividadas. A dívida média por pessoa é R$ 2.721,00.

A situação das pessoas com mais de 72 anos e idade é reflexo da necessidade de auxiliar financeiramente com a aposentadoria outros integrantes da família, incluindo filhos e netos.

Gráfico 1 - Número absoluto de pessoas e endividados por grupo etário (ANBC, 2019)
Gráfico – Número absoluto de pessoas e endividados por grupo etário (ANBC, 2019)

Inadimplência no Brasil

Atualmente, há mais de 60 milhões de brasileiros em situação de inadimplência. A pior crise econômica enfrentada pela nação nos últimos 30 anos contribuiu bastante para essa situação.

O endividamento das famílias é um dos maiores problemas econômicos do Brasil, restrição de crédito a taxas de juros reduzidos na aquisição de bens e serviços à prazo. Essa falta de crédito comprometem a dignidade humana e a inserção no mercado de trabalho.

A pesquisa da ANBC mostra que a condição de não pagamento dos compromissos financeiros é mais preocupante para as gerações mais jovens, visto que se tornam consumidores com alto grau de endividamento.

As duas gerações da população mais jovem do país totalizam 65,3 milhões de pessoas. Na faixa etária de até 37 anos há 25 milhões de pessoas endividadas, representando 38% do total. Em relação ao contingente total de 60 milhões de brasileiros endividados, a proporção aumenta para 42% . Significa dizer que para cada dez brasileiros endividados, mais de quatro pertencem às gerações Z e Millennials.

Elias Sfeir, presidente da ANBC, avalia que vários fatores explicam essa situação de inadimplência dos mais jovens. “A carência de educação financeira e de mentalidade de poupança é comum a todas as gerações e estimula a situação de inadimplência. Para os mais jovens, a escassez de emprego e a dificuldade de acesso ao ensino agravam o cenário de inadimplência”.

Sfeir ponderou também as consequências do consumismo. “Itens como tênis, celulares e notebooks são constantemente trocados pelo último modelo lançado. Não há orçamento que aguente tantos gastos. Esse comportamento de compra compulsivo e irracional é mais forte entre os jovens”, comenta.

Fonte: Revista Exame, acesso em 1º/02/2019.

— 2 Comments —

Deixe uma resposta