Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR). Ministério da Cultura (MinC) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil)
Organizador GEDAF Nenhum comentário

Megaevento de economia criativa movimentará R$ 40 milhões.

A primeira edição do Mercado de Indústrias Criativas do Brasil (MicBR) será aberta ao público de 5 e 11 de novembro, em São Paulo. Megaevento de economia criativa é promovido pelo Ministério da Cultura (MinC) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O encontro de negócios terá a participação de milhares de empreendedores dos setores cultural e criativo do Brasil e de outros países. Segundo o ministério, o objetivo é impulsionar a internacionalização da produção cultural brasileira e o intercâmbio entre países, em especial da América do Sul, como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

Megaevento de Economia Criativa

Dez áreas da produção cultural estarão envolvidas: artes cênicas, audiovisual, animação e jogos eletrônicos, design, moda, editorial, música, museus e patrimônio, artes visuais e gastronomia.

Serão realizadas mais de 160 palestras, oficinas e mesas-redondas, incluindo produções de artes cênicas (circo, dança e teatro), audiovisual, animação e jogos eletrônicos, design, música, museus e patrimônio, artes visuais, moda, editorial e gastronomia.

As atividades para o público vão ocorrer em diferentes locais da capital paulista. Haverá palestras, oficinas, mesas-redondas, clínicas de mentoria, atividades culinárias e de networking, e atrações artísticas.

Destaques

No dia 6 de novembro, será realizada a palestra Pensamento Criativo será ministrada por John Newbigin, CEO da Creative England e embaixador para indústrias criativas da Prefeitura de Londres. No mesmo dia, haverá a palestra Raízes Culturais da Transformação Econômica e Política e Desafios, com a professora Vishakha Desai, da Universidade de Columbia.

Nos dias 6 e 7 de novembro, na Japan House São Paulo e no Centro Cultural São Paulo, o estilista japonês Kunihiro Morinaga falará sobre a produção de roupas inteligentes.

No dia 8 de novembro, a jornalista e consultora de moda Lilian Pacce participará de mesa-redonda sobre como comunicar a moda no mundo virtual.

No dia 9 de novembro, um dos maiores fotógrafos da América Latina, Bob Wolfenson, fará um relato sobre sua trajetória profissional.

Networking

Atividades de networking, sessões promovidas pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) a fim de fomentar os diferenciais competitivos para empreendedores. Durante a atividade, os presentes serão divididos em mesas com 10 participantes, que terão um minuto cada para apresentar aos demais sua empresa e seus diferenciais competitivos e distribuir seu material de divulgação.

O evento terá quatro dias de rodadas de negócios com empreendedores experientes e iniciantes, além de um seminário de capacitação. A participação é restrita a empreendedores já escolhidos pelos ministérios da Cultura do Brasil e de outros países por meio de editais de seleção pública. O Brasil selecionou 53 empreendedores experientes, com produção cultural já consolidada, para participar das rodadas. Além disso, outros 55 empreendedores, todos iniciantes, também foram selecionados pelo MinC e participarão de um seminário de capacitação durante o megaevento.

Mentorias

Haverá sessões de “mentoria” com especialistas do segmento empresarial para tirar dúvidas dos empreendedores. Serão selecionados, entre os inscritos, 120 participantes, que terão a oportunidade de passar 30 minutos com especialistas no segmento empresarial para tirar dúvidas e pedir orientações sobre temas como seleção de pessoal, vendas e estratégias de divulgação, entre outros. Todas as mentorias serão individuais.

Gastronomia e atrações culturais

Outro destaque do MicBR é o projeto Cozinha Show. Entre 6 a 9 de novembro, serão realizadas oito aulas, cada uma ministrada por um renomado chef de um dos oito países sul-americanos participantes do evento. Cada aula trará receitas, alimentos típicos e expressões culturais dos países. Serão 75 minutos de prática e 45 minutos para degustação dos alimentos preparados.

No segmento da moda, um estilista de cada país participante foi selecionado para apresentar suas criações. Os desfiles acontecerão no Conjunto Nacional.

Além disso, várias atrações artísticas integram a programação, entre elas 16 shows musicais de oito países, que terão como palco o Sesc da Avenida Paulista, e oito apresentações teatrais de oito países, a se realizarem no Teatro Sesi.

Expectativas do Megaevento de Economia Criativa

O megaevento de economia criativa vai gerar o impacto de R$ 39,7 milhões na economia, sob a forma de geração de negócios, renda e tributos. Essa expectativa é baseada no estudo da Fundação Getulio Vargas, encomendado pelo MinC, e comentado pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

O ministro declarou que cerca de R$ 4 milhões foram investidos na realização do megaevento, sendo o primeiro a estimular todos os setores culturais e criativos brasileiros em um “grande mercado”. De acordo com o ministro, as atividades culturais representam hoje 2,6% do PIB, geram 1 milhão de empregos diretos e englobam mais de 200 mil empresas e instituições.

“Há um vasto potencial de crescimento e isso passa também pela internacionalização dos nossos talentos e da nossa valiosa produção cultural”, ressaltou Sá Leitão.

O megaevento reunirá cerca de 500 empresas e aproximadamente 100 compradores internacionais.

Programação e Inscrições

Todos os eventos são gratuitos. O número de vagas de cada evento está sujeito à capacidade dos espaços utilizados.

Confira a programação completa no site do Ministério da Cultura e inscreva-se.

As apresentações culturais (showcases e programação off) não precisarão de inscrição.

Fonte e Imagem: Ministério da Cultura, acesso em 19/10/2018.

Deixe um comentário